O que é infarto? Como previnir e tratar?

O infarto é uma doença que atinge um grande número de pessoas ao redor do mundo. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 17 milhões de pessoas morrem por ano devido a problemas cardiovasculares. A doença está entre os motivos que mais causam óbitos no Brasil (só em 2020, mais de 70 mil pessoas perderam a vida em decorrência de um infarto). 

O número de mortes por causa do infarto é grande, mas não se compara ao número de pessoas que sobrevivem ao infarto e precisam de assistência e cuidados para o resto da vida. Aproximadamente 1,3 milhão de pessoas no Brasil sofrem um infarto a cada ano, segundo o Ministério da Saúde. Em 2017, esse número chegou ao pico de 1,6 milhão de casos de infarto, sendo que aproximadamente 90% desses infartos ocorrem devido a fatores de risco conhecidos.

O infarto do miocárdio é uma doença que atinge o músculo cardíaco e que pode ser fatal. É causado pela obstrução das artérias coronárias, que levam sangue para o coração, e pode ser agudo ou crônico. As causas do infarto, na maioria das vezes, estão relacionadas aos fatores de risco que contribuem com o desenvolvimento da doença. Se você quer saber mais sobre o que é o infarto, prevenção e tratamento, continue lendo esse artigo. Boa leitura!

O que é infarto?

O infarto é a obstrução repentina e temporária da circulação sanguínea a um ou mais órgãos ou tecidos do corpo. Geralmente, ocorre após um ataque cardíaco, quando uma artéria coronária fica entupida por um nódulo de gordura ou por um coágulo de sangue.

A doença é uma das principais causas de morte no mundo e também é a principal causa de incapacidade temporária e permanente. Por isso, adotar medidas de prevenção ao infarto é muito importante para garantir a saúde e o bem-estar da população adulta. 

Leia também: Risco cardiológico: como funciona e quais os principais exames solicitados

Quais as principais causas do infarto?

As principais causas do infarto estão relacionadas aos fatores de risco para o aparecimento da doença, sendo a maioria deles diretamente ligados aos hábitos de vida da pessoa e ao pouco ou nenhum controle de doenças cardiovasculares. 

As principais causas do infarto são:

  1. Pressão alta
  2. Diabetes
  3. Hipertensão
  4. Colesterol alto
  5. Tabagismo
  6. Obesidade
  7. Estresse
  8. Síndrome metabólica
  9. Sedentarismo
  10. Genética.
Quais os sintomas do infarto?

Os sintomas do infarto são diferentes, dependendo da localização do infarto. Os principais sintomas do infarto do miocárdio são: dor no peito, sensação de opressão no peito, falta de ar e sudorese. No entanto, outros sintomas podem ser sentidos durante o infarto. Veja a lista completa de sintomas do infarto:

Os sintomas do infarto são:

  • – Dor no peito;
  • – Tontura;
  • – Desconforto;
  • – Sensação de sufocação;
  • – Dor no braço ou perna;
  • – Alteração na cor da pele;
  • – Palidez;
  • – Náuseas;
  • – Vômitos;

Classificação do infarto

O infarto é a interrupção do fluxo sanguíneo , isto é, a obstrução de uma artéria coronária, provocada pela formação de um coágulo de sangue. É classificado com IAM agudo o que acomete a pessoa dentro das primeiras 24h do início dos sintomas ou do diagnóstico clínico , e classificado como IAM crônico os infartos com evolução superior a 24 h da ocorrência da obstrução completa da artéria acometida . 

O que fazer se a pessoa tiver um infarto?

A primeira coisa que você tem que fazer é tentar manter a calma. É importante que você não desanime, não se desespere e não tenha medo. Você precisa ficar calmo, pois a calma é essencial para se fazer o que precisa ser feito.

Ao identificar um sinal de que uma pessoa está tendo um infarto, chame o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ou o Corpo de Bombeiros. 

Geralmente os atendentes do Corpo de Bombeiros e do SAMU estão aptos a fornecer essas orientações de primeiros socorros por telefone até a chegada da equipe de socorro. Siga todas as orientações da equipe de socorro e fique ao lado da vítima até a chegada da ambulância. 

Tratamento para infarto

O infarto, assim como a trombose, são doenças que podem ser evitadas com o tratamento adequado. O tratamento para infarto deve ser feito de acordo com a indicação do médico cardiologista ou da equipe de saúde que faz o acompanhamento do paciente. Além disso, é necessário mudar alguns hábitos, como fumar, sedentarismo, obesidade e controle do estresse. 

A adoção de hábitos mais saudáveis é, inclusive,  ações que podem ser tomadas para ajudar a diminuir a chance de que a pessoa infartada tenha um infarto novamente. Um tratamento pode incluir mudanças na dieta, na forma de se exercitar e no nível de estresse.

Além dessas medidas , o tratamento principal para o  infarto do miocárdio na fase aguda  consiste  preferencialmente ter acesso nas primeiras horas a um hospital  e na possibilidade ser feito uma intervenção cirúrgica,  a angioplastia (desobstrução da artéria através de cateterismo cardíaco), ou a trombólise medicamentosa . 

Prevenção e Diagnóstico:

O eletrocardiograma é uma das formas de prevenção e tratamento dessa condição. Atualmente o exame já é mais acessível, podendo ser realizado em uma clínica ou consultório e laudado remotamente via telemedicina. A ClickLaudos possui esse serviço e contribui para que laudos de eletrocardiograma sejam entregues com mais agilidade, segurança e confiança. Clique aqui e conheça a ClickLaudos!

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.